Clipping

Ministério da Agricultura lança plataforma online para registro de novos rótulos de cerveja

19/03/2019

Só em 2018, mais de 6,9 mil produtos foram lançados. Abracerva apoia a iniciativa, que traz mais agilidade para cervejarias independentes.

 

 

 

No ano passado, pela primeira vez, o número de registros de novas cervejas no Brasil ultrapassou os índices de sucos e vinhos. Foram 6,9 mil rótulos que receberam a autorização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Para agilizar esse processo e facilitar os trâmites para que os itens cheguem ao mercado, o órgão lançou na última sexta-feira (15/03) uma ferramenta online para registro.

 

O anúncio foi feito numa mesa redonda realizada no Festival Brasileiro da Cerveja, que contou com a participação do presidente da Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), Carlo Lapolli. Ele valorizou a iniciativa. “Estamos mostrando a força do mercado independente, que está crescendo em representatividade e apontando como estratégico no segmento de bebidas no Brasil. Essa atitude do Mapa mostra que o olhar do setor público para esse cenário está se tornando mais sensível”, comenta.

 

Para o coordenador geral de vinhos e bebidas do Mapa, Carlos Müller, o anúncio surtiu uma reação positiva dos empresários do setor. “Os feedbacks foram todos positivos, especialmente no que diz respeito a estarmos pensando em soluções que tragam mais dinamismo para um segmento que já é ágil pela natureza do negócio. Assim como esta, o Mapa está sempre em busca de alternativas que racionalizem e otimizem a atuação deste ministério no mercado de bebidas”, diz. A ferramenta está disponível apenas para cervejarias, no site do Sipeagro.

 

De acordo com o Mapa, até dezembro de 2018 o Brasil contava com 889 cervejarias. A expectativa é que a milésima fábrica seja registrada ainda este ano.

 

Sobre a Abracerva: A Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva) foi fundada em outubro de 2013 para reunir e defender os interesses das cervejarias e da cadeia envolvida com o setor no país. Desde então, iniciou a articulação para a entrada das microcervejarias no Simples e prevê mais ações nos próximos meses.

 

 

 

Fonte: Bom de Copo

19/03/2018

Voltar