Brasília

-

Hoje

28ºC

19ºC

Amanhã

27ºC

19ºC

IBOVESPA | 0,46% (111.125,75 pontos)

Max Wilhelm comemora 94 anos com diversidade de sabores

Localizada em Blumenau (SC), indústria de refrigerantes oferece ao público 76 produtos

Por Portal de Bebidas Brasileiras| 15/08/2019

Tamanho da Fonte

A- A+

Otávio Greuel, diretor da Max Wilhelm, com um dos refrigerantes mais consumidos em SC

Uma das mais tradicionais indústrias de bebidas do Brasil, a Max Wilhelm se consolida como protagonista do setor em Santa Catarina e região. A tradição da marca e o respeito do público fortaleceram, na última terça-feira (13), a comemoração dos 94 anos da empresa, que funciona em um moderno parque industrial na cidade de Blumenau, a cerca de 150 quilômetros de Florianópolis. No país, é conhecida por ser a primeira a produzir refrigerantes, industrialmente, à base de laranja.

A empresa foi fundada, em 1925, pelo imigrante alemão Moritz Max Wilhelm. Em 1979, o então bem-sucedido advogado Werner Greuel, na época com 40 anos de idade, comprou o negócio, depois de fazer uma pesquisa de mercado para o novo grande investimento de sua vida. Persistente, nunca teve dúvida de que o sucesso chegaria como resultado do excelente trabalho. Hoje, a empresa tem 76 produtos, considerando refrigerantes, energéticos, sucos e bebida ice.

A indústria começou em Jaraguá do Sul, a 100 quilômetros de Blumenau. Depois, em 1986, a família Greuel montou uma fábrica em Florianópolis, na mesma época em que adquiriu uma franquia de outra grande marca de refrigerante. Em 1990, construiu uma fábrica nova em Blumenau, onde, seis anos depois, concentrou a indústria Max Wilhelm após encerrar a franquia.

Aos 83 anos, Werner é hoje dono de uma história marcada por muita dedicação no mercado de bebidas brasileiras. Sempre teve o apoio de sua mulher, Ilka Greuel, de 83, com a qual teve dois filhos. Um deles, Otávio Greuel, é o diretor da empresa, conhecida por produzir o famoso refrigerante Max Laranjinha, uma das bebidas mais consumidas na região.

LARANJINHA MAX

“Laranjinha é um refrigerante que tem cor um pouco mais amarelada, seguindo a linha europeia dos refrigerantes de laranja. Não é tão agressivo como alguns refrigerantes do mercado nacional. Pelo contrário, é muito voltado ao público infantil e sempre remete muito bem a memórias de infância”, destaca Otávio, que era jovem quando o seu pai comprou a indústria. “A tradição é o nosso maior valor”, acrescenta.

Estimulado pelos pais, Otávio mantém uma forte relação de profissionalismo na gestão da empresa, aplicando o que aprendeu durante anos de estudo. Em 1988, formou-se em administração pela UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina). Dois anos depois, foi para o Estados Unidos, onde fez mestrado na mesma área e atuou como trainee de uma multinacional de bebidas. Em 1994, voltou para o Brasil para se dedicar, exclusivamente, à Max Wilhelm.

A empresa tem 120 funcionários diretos, mas o quadro de pessoal chega a 400 profissionais, considerando também os indiretos. “A Max Wilhelm é uma marca catarinense e recebe uma paixão muito forte da população local. Agente valoriza o produto local e essa paixão nos move para continuar com o prestígio e a tradição no setor de bebidas”, afirma Otávio.

“A Max Wilhelm é uma das marcas mais conhecidas. A gente não vê ninguém que tenha nascido aqui, e que não conheça ou não tenha boas lembranças da empresa. O pessoal tem um carinho muito grande pelos nossos produtos”, diz o diretor da empresa.