Brasília

-

Hoje

33ºC

18ºC

Amanhã

33ºC

20ºC

IBOVESPA | 0.69% (108367.438 pontos)

'Zona Franca destrói o mercado de bebidas', diz Fernando de Bairros

Presidente da Afrebras destaca necessidade de correção às distorções tributárias no setor de bebidas

Por Portal de Bebidas Brasileiras| 06/11/2019

Tamanho da Fonte

A- A+

O presidente da Afrebras (Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil), Fernando Rodrigues de Bairros, afirma que a desigualdade tributária enfrentada por pequenas e médias empresas de bebidas é prejudicial ao setor. “A Zona Franca de Manaus destrói todo mercado brasileiro de bebidas. Quanto maior o faturamento [de empresas da Zona Franca] para dentro do Brasil, maiores são as transferências de créditos. Multinacionais não pagam um único centavo de IPI [Imposto sobre Produtos Industrializados]. Não é justo”, diz.

“As pequenas empresas pagam 0,5% sobre seu faturamento sobre IPI. Por que  Coca-Cola e Ambev não podem pagar?”, questiona Bairros. “O Brasil tem de ser um país mais sério, mais justo, mais correto a ponto de fazer correções no setor de bebidas”, sugere o representante de bebidas brasileiras.

Fernando participou do lançamento da Frente Parlamentar Mista Bebidas Brasil, presidida pelo deputado federal Guiga Peixoto (PSL-SP). O evento foi realizado no dia 25 de setembro de 2019, na Câmara dos Deputados, em Brasília, e também teve a presença de empresários e parlamentares.