Brasília

-

Hoje

26ºC

15ºC

Amanhã

26ºC

14ºC

IBOVESPA | 0,00% (0,00 pontos)

Do ramo de pneus, visionário deu salto para consolidar Refrigerantes Itamonte

Familiares estão à frente de uma das mais importantes indústrias de refrigerantes de MG iniciada com José Marcos Carvalho, que morreu aos 76 anos; história da empresa inicia série de reportagens sobre perfis dos vencedores do concurso Os Melhores Sabores do Brasil

Por Afrebras| 17/07/2019

Tamanho da Fonte

A- A+

Ainda jovem, José Marcos Carvalho (foto) era assistente técnico de uma grande fábrica de pneus, em São Paulo, conhecida nacionalmente. Na época, ao mesmo tempo em que exercia o seu ofício, passou a admirar a grande concentração de indústrias de bebidas brasileiras que havia no estado. Visionário, ele logo investiu no setor de refrigerantes regionais.

 

Há 45 anos, José Marcos tornou-se o primeiro dono da Indústria Refrigerantes Itamonte Ltda, em Itamonte, a cerca de 420 quilômetros de Belo Horizonte (MG). Associada da Afrebras (Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil), a empresa produz importantes bebidas regionais, como o Guaraná Mantiqueira e o Abacaxi Mantiqueira, já premiadas nacionalmente. No início do negócio, a família tinha um depósito de revenda no mesmo município do interior de Minas Gerais. José Marcos morreu em novembro de 2018, aos 75 anos.

A grande qualidade dos produtos fez a empresa levar o ouro pelo Guaraná Mantiqueira no concurso Os Melhores Sabores do Brasil, realizado durante o Confrebras (Congresso Brasileiro de Bebidas), de 25 a 28 de junho de 2019, na Fispal Tecnologia, uma das maiores feiras da indústria de alimentos e bebidas da América Latina. O evento ocorreu em São Paulo. Na ocasião, a empresa também levou o bronze, na categoria sabores regionais, pela bebida Abacaxi Mantiqueira. O resultado foi decidido por votação pública

 

EMOÇÃO

“Não tem milagre, só trabalho. É trabalhar honestamente, procurando sempre dar certo”, diz o administrador Marcelo César de Carvalho, de 70 anos, um dos sócios do negócio e irmão de José Marcos. “Ninguém chega a lugar sem competência e honestidade’, acrescenta ele, demonstrando a emoção pela tradição do negócio. O administrador lembra que, há quatro anos, a empresa também foi premiada no mesmo concurso.

 

Sempre comprometido com a melhoria da qualidade dos produtos entregues aos consumidores, o negócio logo cresceu e passou a ter a união de outros familiares à frente da administração. Marcelo e seus parentes hoje assistem, cada vez mais, à ascensão da indústria que vem solidificando a sua marca no mercado de bebidas brasileiras com a participação de vários sócios.

UM DEFENDENDO O OUTRO

A Indústria Refrigerantes Itamonte tem fortalecido o seu papel na economia. No total, 80 funcionários diretos fazem a empresa se manter no mercado como uma das mais respeitadas da região, de acordo com Marcelo César. No entanto, segundo ele, o número de colaboradores salta para 240, considerando também os indiretos e os terceirizados.

 

“É de extrema necessidade para todos os colabores e também para a empresa. Aqui, é um defendendo o outro, a empresa defende o colaborador e vice-versa. Isso gera divisas para o município”, afirma Marcelo César, destacando a importância dos Refrigerantes Itamonte para a região. “Em um raio de 150 a 200 quilômetros, atendemos a clientes de Minas, Rio e São Paulo. Toda a estrutura que a gente montou foi pensando no consumidor”, comemora ele.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação e Imprensa da Afrebras | Foto: acervo pessoal

 

Leia mais:

>> Público elege refrigerantes vencedores do concurso Os Melhores Sabores do Brasil