Brasília

-

Hoje

26ºC

19ºC

Amanhã

26ºC

20ºC

IBOVESPA | 0,69% (117.829,48 pontos)

Conheça normas que estabelecem padrões microbiológicos de alimentos

Setores envolvidos na cadeia produtiva alimentar são responsáveis por realizar avaliações periódicas

Por Anvisa| 08/01/2020

Tamanho da Fonte

A- A+

A RDC 331/2019 entrará em vigor em 12 meses a partir da data de sua publicação (26/12/2019). Nesse período, os produtos fabricados deverão cumprir os padrões microbiológicos estabelecidos pela RDC 12/2001, até o fim de seus prazos de validade.

Publicada no Diário Oficial da União (D.O.U.), em 26 de dezembro, a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 331/2019 abrange toda a cadeia produtiva de alimentos, ou seja, todos os setores envolvidos nas etapas de produção, industrialização, armazenamento, fracionamento, transporte, distribuição, importação e comercialização dos alimentos. Ela trata dos padrões microbiológicos de alimentos e suas aplicações.

Para complementar o disposto na Resolução, também foi publicada a Instrução Normativa (IN) 60/2019, que define as listas de padrões microbiológicos para alimentos prontos para oferta ao consumidor.

Entre as determinações, com relação aos requisitos gerais, os alimentos não podem conter micro-organismos patogênicos, toxinas ou metabólitos em quantidades que causem danos à saúde. Dessa forma, os setores envolvidos na cadeia produtiva de alimentos são responsáveis por realizar avaliações periódicas quanto à adequação do processo para atendimento aos padrões e determinar a frequência das análises, assegurando que, durante todo o prazo de validade, os alimentos cumpram os padrões microbiológicos estabelecidos pela IN 60/2019, em conformidade com as boas práticas de fabricação (BPF) e outros programas de controle de qualidade.

Confira a íntegra da RDC 331/2019 e da IN 60/2019.