Brasília

-

Hoje

28ºC

14ºC

Amanhã

28ºC

14ºC

IBOVESPA | 2,15% (93.003,34 pontos)

Compre do pequeno: ‘Dependemos do apoio do consumidor’, diz Vieira Rossi

Fábrica destaca que tradição das empresas regionais é fruto da parceria e confiança da população

Por Portal de Bebidas Brasileiras| 22/05/2020

Tamanho da Fonte

A- A+

“Dependemos de apoio dos consumidores para continuarmos comercialmente vivos”, assevera o gerente de vendas da indústria Refrigerantes Vieira Rossi, Fábio Rossi Rodrigues. Ele afirmou, nesta quinta-feira (20), ao Portal de Bebidas Brasileiras, que a tradição de pequenas e médias empresas de bebidas regionais é fruto da confiança e parceria com o público. A fábrica fortalece a campanha “Compre do pequeno”, que é apoiada pela Afrebras (Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil).

Assim como várias indústrias de bebidas associadas da Afrebras, a fábrica Vieira Rossi reforça a mobilização que busca a valorização de empresas regionais, principalmente durante a crise provocada pela pandemia da Covid-19 no Brasil. Rodrigues aponta que, em razão das medidas preventivas decretadas pelo governo, como isolamento social e fechamento de grande parte do comércio, as vendas do negócio caíram cerca de 30%.

“Pela condução do governo do Estado de São Paulo e o direcionamento das autoridades municipais [sobre a pandemia da Covid-19], estamos pressentindo uma retração ainda maior do comércio”, analisa o gerente de vendas. “Isso pode acarretar na necessidade de ‘redimensionar’ de nossas estruturas, quadro de funcionários e área de atendimento, para que possamos continuar com as portas abertas”, sugere ele.

Os produtos Vieira Rossi são fabricados com a mesma matéria prima há mais de 50 anos – Foto: Divulgação

>> Veja vídeos da campanha “Compre do pequeno” no Portal de Bebidas Brasileiras!

‘Maioria dos clientes de portas fechadas’

Segundo Rodrigues, a grande maioria dos clientes do mercado de frios está de portas fechadas ou com atividades limitadas, além de distribuidores que também não estão em plena atividade. “Com isso, além da sazonalidade já esperada, tivemos uma queda considerável em nosso volume de vendas mensal”, lamenta o gestor. “Outro fator preocupante e que nos impacta diretamente são as subsequentes altas so Dólar”, completa.

Para seguir com as atividades, o gerente de vendas afirmou que a empresa buscou informar e orientar todos os colaboradores para seguirem as medidas de prevenção sugeridas pelos órgãos da saúde. De acordo com ele, a recomendação foi para que a equipe comercial iniciasse a relação com os clientes através de teleatendimento, evitando ao máximo contatos presencialmente em todos os casos possíveis.

Além do foco em teleatendimento, a fábrica também tentou reduzir os custos e optou por não dispensar colaboradores, não reduzir salários ou carga horária de trabalho. Rodrigues ressalta que a indústria passou a estudar para lançar novos produtos no mercado. As equipes comercial, de promoção e de logística receberam EPIs (Equipamentos de proteção individual) e material para higienização dos veículos.

‘Pensamos nas pessoas’

“Considerando trabalhadores diretos e indiretos, nós, como empresa regional, garantimos emprego e renda para mais de 100 de famílias. Se olharmos ao redor, podemos facilmente identificar alguém que vive direta ou indiretamente, total ou parcialmente, de nossos trabalhos”, disse o gerente de vendas, ressaltando a importância de pequenas e médias fábricas para a população.

“Isso é tão importante pra nós, que, até o momento, não dispensamos nenhum colaborador de toda a nossa estrutura. Pensamos nas pessoas não só como pessoas, mas como amigas. Nossos colaboradores não são apenas números”, destaca Rodrigues, explicando o porquê de a empresa não ter dispensado, até o momento, nenhum funcionário.

O gerente de vendas disse reconhecer que, por mais que o momento do comerciante local enfrenta seja difícil, é muito importante para a população continuar trabalhando. Para ele, esse tipo de atitude fortalece a relação e a confiança entre a empresa e os colaboradores.

“Se crescemos como indústria, foi porque nossos amigos consumidores nos apoiaram”, agradece Rodrigues. “É como um tripé: produtos de qualidade, ótimo atendimento na venda e pós-venda e confiança de nossos queridos clientes. Queremos que todos, ao consumirem nossas bebidas regionais, estejam felizes e pensem: ‘esse é da minha região! Esse eu conheço desde criança! Faz parte da minha vida!'”, afirmou o gerente de vendas.

O Portal de Bebidas Brasileiras publicou, nas últimas semanas, outras cinco reportagens na série da campanha “Compre do pequeno”. As reportagens destacaram a importância do comércio local, a relevância das fábricas regionais, a geração de emprego por pequenas e médias empresas, produção de qualidade e preço justo e a participaçãorelação direta  das indústrias com a comunidade.